NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Chuvas devem continuar até a terça (25) no Litoral e Agreste


As chuvas para Natal e região Agreste potiguar devem continuar até a próxima terça-feira (25), segundo a Emparn, e a temperatura mínima está até três graus abaixo dos registros nesses quatro últimos anos. 
A formação de mais nuvens, associada aos ventos, tem levado à variação entre 20º C e 22º C, na capital, mas com uma sensação térmica de 19º C.
Nos últimos quatro anos, segundo o serviço de meteorologia da Emparn, a temperatura média na capital do Estado variou entre 24º C a 25º C. A sensação de frio mais intenso ocorre normalmente à noite, quando os ventos tornam-se mais “gelados”. 

A tendência, segundo os meteorologistas, a sensação de frio seja maior a partir do mês de agosto em Natal.De acordo com a Emparn, a previsão de chuvas fortes que eventualmente surjam por parte dos institutos relacionadas à região Nordeste se aplicam aos estados de Pernambuco e Paraíba.Este é o mês de julho mais chovido, na capital, nos últimos quatro anos. São 284mm acumulados até a manhã de ontem. 

Ano passado, segundo registros da Emparn, choveu apenas 38 mm em todo o mês — julho menos chuvoso da história — para a capital.Essa composição de chuvas e aumento da intensidade dos ventos eleva a possibilidade de acidentes com árvores, nas áreas urbanas, e eleva o risco de deslizamentos de encostas comumente degradadas pela ocupação. Gilmar Bristot, meteorologista da Emparn, explica que os problemas nessas áreas decorrem às vezes pela frequência das chuvas, associada às características dessas ocupações. 

As precipitações podem não ser tão intensas, mas com a frequência, deixam o solo encharcado. “Fica saturado, e se chove um pouco mais, acaba deslizando”, explica.

O volume de chuvas este mês tem ocasionado alagamentos, transbordamento de lagoas de captação, interdição de vias, e tombamento de árvores de grande porte em ruas e avenidas da capital.

Informações: http://www.tribunadonorte.com.br


* Fonte: Heriberto Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.