NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Grêmio marca com 43 segundos, vence Godoy e joga por empate em Porto Alegre

Resultado de imagem para Grêmio marca com 43 segundos, vence Godoy e joga por empate em Porto Alegre

Com um gol logo com 43 segundos de jogo, o Grêmio conseguiu abrir vantagem sobre o Godoy Cruz, nas oitavas de final da Copa Libertadores, vencendo por 1 a 0 na Argentina.  

Em Porto Alegre, os gaúchos precisarão de apenas um empate, seja ele qual for, para se garantir nas quartas de final do torneio. Só a vitória classifica os argentinos. 
Poucos segundos, um gol
43 segundos. Foi o tempo que levou o Grêmio para surpreender o rival e abrir o placar. Após bola levantada na frente, Lucas Barrios desviou, Pedro Rocha avançou na área e rolou para Ramiro mandar para dentro. 
O jogo, então, ficou mais tranquilo para os gaúchos. Diante de um rival pressionado, os comandados de Renato Portaluppi tocavam a bola com tranquilidade para enervar mais o adversário. 
O segundo gol gremista quase saiu com Edílson. O lateral cobrou falta com violência e a bola, depois de passar como um foguete pela barreira, acabou acertando o travessão.
Após perder chances do segundo gol, o Tricolor sofreu um susto. Após jogada pela canhota, Garro mandou para o meia e Correa completou, parando em defesa de Grohe com a perna. 
Os argentinos, na tentativa de adiantar as linhas para pressionar, davam espaço para os brasileiros jogarem. Após cruzamento de Cortêz, Ramiro tocou de cabeça e Barrios desviou na pequena área, mas Rey estava atento. 
Godoy pouco ameaça para reagir
O jogo ficou mais amarrado no segundo tempo. Os argentinos eram lentos na busca pela recuperação, enquanto os brasileiros não forçavam tanto para matar o jogo. 
Os ataques eram menos eficientes. Se o primeiro tempo foi de boas chances, e os dois times deram trabalho aos goleiros, a segunda etapa passou boa parte sem nenhum lance de real perigo. 
Aos 33 minutos, o Godoy conseguiu, enfim, chegar na área com perigo. Após cruzamento da canhota, Morro García tocou de cabeça e Marcelo Grohe fez grande defesa. 
Foi a única boa chance de empate para o time da casa na etapa final, além de um corte errado de Kannemann que assustou. Sem muitos problemas, o Grêmio conseguiu levar a vantagem, mesmo que mínima, para Porto Alegre. 

* MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.