NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Rosario Central anula o Grêmio e vence em Porto Alegre

Rosario Central anula o Grêmio e vence em Porto Alegre

* MSN - Não foi uma boa quarta-feira para o Grêmio. Sem criatividade, o time tricolor foi dominado pelo Rosario Central em sua própria Arena e acabou derrotado, por 1 a 0, em jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores.

Foi um bom jogo do Rosario Central, e uma atuação decepcionante do time gaúcho. Para avançar, o Grêmio terá de se superar na Argentina e marcar, pelo menos, dois gols. Com um gol, a disputa vai para os pênaltis. Acima de tudo, o time terá de mostrar muito mais futebol do que nesta quarta-feira.
Rosario joga, Grêmio depende de Miller Bolaños
Os primeiro minutos de jogo mostraram que a vida do Grêmio não seria fácil, mesmo jogando em casa. O Rosario Central adiantou a marcação e atuou com muita intensidade, dificultando demais a saída de bola do Tricolor. Para piorar, o time sentiu o peso da partida e, muito nervoso, abusou das faltas fortes. O primeiro tempo por muito pouco não foi desastroso para a equipe comandada por Roger.
O Grêmio escapou com apenas um gol atrás. Marco Rubén, aos 13 minutos, mostrou oportunismo na área e aproveitou erro grosseiro de Bressan para completar para o gol. Rubén ainda enviou bola na trave, por cobertura, com Marcelo Grohe batido no lance.
Miller Bolaños foi o único a levar perigo ao gol do time argentino. O equatoriano se movimentou muito e teve uma chance clara quando a bola sobrou na área, após cobrança de escanteio, mas mandou por cima do gol.
Sem melhoras para o segundo tempo
O intervalo chegou em boa hora para o Grêmio, como oportunidade para se reorganizar e sair da armadilha argentina. Mas nada mudou. O time gaúcho continuou sofrendo com a marcação forte no meio-campo, e o Rosario, embora não tenha criado tanto perigo, seguiu sendo a melhor equipe em campo.
Roger até tentou mudar o time para reverter a situação. Everton, Bobô e Lincoln foram a campo nas vagas de Maicon, Bolaños e Douglas. A equipe até ganhou maior presença no ataque, porém sem conseguir forçar Sebastián Sosa a fazer uma grande defesa.
No fim, o Rosario Central defendeu sem problemas o 1 a 0 e saiu com uma merecida vantagem de Porto Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.