NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

domingo, 26 de fevereiro de 2017

De virada, Corinthians acaba com invencibilidade de sensação e tem a melhor campanha do Paulista

Edson Silva, do Mirassol, e Kazim, do Corinthians, durante duelo em Mirassol

Corinthians e Mirassol fizeram na noite deste sábado o duelo dos clubes de melhor campanha no Campeonato Paulista. E o time paulistano se deu melhor e triunfou. De virada, bateu o rival do interior por 3 a 2, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, em confronto eletrizante pela sexta rodada do torneio

No primeiro tempo, os gols foram do zagueiro Pablo e do volante Maycon, aos 38 e 43 minutos. Zé Roberto havia colocado o Mirassol em vantagem, aos 28.
Na etapa final, o Mirassol chegou a empatar com um golaço do meia Xuxa, aos 36. Mas o Corinthians respondeu muito rápido. Em falha do goleiro Vagner, que espalmou praticamente nos pés de Pedro Henrique, que fez aos 38.
Com o resultado, o Corinthians passa a ser o time de melhor campanha no Estadual, com 15 pontos em seis jogos. Lidera com folga o Grupo A.
Já o Mirassol conheceu a primeira derrota no torneio. Com 13 pontos, tem a segunda melhor campanha agora e lidera o Grupo D.
  • Desfalques
Mesmo embalado com a vitória no clássico contra o Palmeiras, o Corinthians teve problemas para enfrentar o Mirassol. O técnico Fábio Carille não teve cinco jogadores.
Ficaram fora do confronto os meias Giovanni Augusto (aind aestá em fase de recuperação física), Jadson (preparação física), Marquinhos Gabriel (estiramento na coxa direita) e Marlone (virose) e o meia-atacante Guilherme (contusão no joelho direito).
  • Base presente
Com tantos desfalques, Carille escalou alguns atletas da base e, considerando diferentes gerações, o Corinthians teve seis jogadores formados em casa como titulares.
Foram seis jogadores: Léo Príncipe, Pedro Henrique, Arana, Maycon, Léo Jabá e Jô. A última vez que isso ocorreu foi há quase dez anos.
Em 28 de novembro de 2007, quando perdeu para o Vasco por 1 a 0, no Pacaembu, pelo Brasileiro. O time foi rebaixado naquele ano.
Os representantes foram os zagueiros Betão e Fábio Ferreira, o volante Bruno Octávio, o meia Éverton Ribeiro e os atacantes Dentinho e Lulinha.
  • Resposta rápida
O Corinthians saiu atrás do Mirassol no placar, mas o time estava jogando bem. Tanto que prosseguiu fazendo o mesmo trabalho e conseguiu a virada ainda na etapa inicial.
Aos 28,o Mirassol trabalhou bem a bola para chegar ao ataque. Zé Roberto recebeu a bola fora da área, deu um drible rápido em Pablo e, mesmo cercado por três corintianos, finalizou de pé direito. Cássio não conseguiu fazer a defesa. Foi um golaço.
Dez minutos depois o Corinthians empatou. Arana cobrou falta na área para Kazim, na pequena área. O atacante até matou a bola no peito, mas perdeu o tempo. O zagueiro Pablo, atento, finalizou, sem chances para o goleiro Vagner.
A virada veio aos 43 minutos. Jô cruzou da direita. Kazim deu uma bicicleta, mas errou o alvo. A bola acabou sobrando para Maycon, sem marcação, que chutou de esquerda e fez.
  • Chuva e ritmo diminuiu
Um temporal atrapalhou os jogadores no segundo tempo.
Os times cometeram mais erros de passe e passaram a utilizar mais os chutões para aliviar o perigo em suas áreas. O jogo ficou feio.
O Corinthians também repetiu uma velha estratégia: recuou e passou a se proteger. Os contra-ataques, no entanto, deixaram a desejar um pouco.
Mas o jogo ganhou fôlego novo com um golaço de falta de Xuxa, aos 36. De fora da área, ele finalizou, mandou a bola por cima da barreira e marcou.
O Corinthians lamentou porque alguns minutos antes Kazim perdeu um gol em lance que o  Vagner já estava batido e o atacante chutou para fora. Mas a lamentação durou pouco. Isso porque Pedro Henrique colocou o time em vantagem aos 38, aproveitando rebote do goleiro praticamente em seus pés.
  • Agenda
O Corinthians jogará contra o Brusque-SC, no estádio Augusto Bauer, em Brusque, pela segunda fase da Copa do Brasil. Depois pensará no confronto com Santos, no próximo sábado, na Arena de Itaquera, pela sétima rodada do Paulista. 
O Mirassol jogará na próxima sexta-feira contra o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pelo Estadual.
  • Ficha técnica
MIRASSOL 2 X 3 CORINTHIANS
Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data: 25 de fevereiro de 2017, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Luís Alexandre Nilsen (SP)
Cartões amarelos: Paulinho (Mirassol); Fellipe Bastos e Pedro Henrique (Corinthians)

Gols: MIRASSOL: Zé Roberto, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Xuxa, aos 36 minutos do segundo tempo; CORINTHIANS: Pablo, aos 38, e Maycon, aos 43 minutos do primeiro tempo; Pedro Henrique, aos 38 minutos do segundo tempo
MIRASSOL: Vagner; Mario Sérgio, Wallace, Edson Silva e Raul (Luiz Fernando); Willian, Paulinho, Welinton Junior (Bruno Sávio) e Xuxa; Zé Roberto e Rodolfo (Rafhael Lucas). Técnico: Moisés Egert
CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Fellipe Bastos, Léo Jabá (Romero) e Maycon (Moisés); Jô (Marciel) e Kazim. Técnico: Fábio Carille

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.