NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

domingo, 29 de outubro de 2017

Temer foi submetido a 2 biópsias; resultado sai amanhã


Durante a cirurgia à qual Michel Temer foi submetido na noite de sexta-feira, 27, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, foi extraído material da bexiga para passar por biópsia.
O material foi retirado da área ao redor do coágulo que havia se formado no órgão – a causa da obstrução urinária que o acometeu. Os médicos também coletaram um pedaço do tecido da cápsula da próstata para análise. Em 2011, o presidente foi submetido a uma operação que removeu todo o miolo da glândula, segundo VEJA apurou com exclusividade.
Exames preliminares, realizados durante o procedimento cirúrgico, indicaram que não havia células malignas na bexiga e na cápsula prostática. Os resultados definitivos das biópsias sairão na próxima segunda-feira.
O problema de saúde do presidente começou na última quarta-feira, quando ele deu entrada no Hospital do Exército em Brasília com sintomas de obstrução urinária. O coágulo na bexiga foi a causa do problema. Ele se formou pela combinação dos remédios anti-agregantes que Temer consumia há alguns meses (aspirina e clopidogrel), com a dificuldade na passagem de urina, provocada pela compressão da cápsula da próstata.
Temer toma os medicamentos anti-agregantes para tratar de uma placa de gordura na artéria coronária, problema causado por aterosclerose.
O presidente passa bem e já caminha pelos corredores do hospital. A sonda deverá ser retirada no domingo. A alta está prevista para ocorrer na segunda-feira.


* Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.