NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Deputado Galeno (PSD-RN) sugere escravizar a Polícia Militar e associações se manisfestam



* Blogue Jair Sampaio - Em seu pronunciamento feito na sessão dessa quinta feira, 25, na Assembleia Legislativa do Estado, o deputado estadual, Galeno Torquato (PSB), sugeriu a governo do estado, elevar a carga horária da Polícia Militar para ter mais homens nas ruas do estado, mas a sugestão mexe com tratados internacionais e a briga com policiais foi inevitável.
A antipatia dos policiais com o deputado foi imediata, em seu minie-blog (Twitter), representantes de associais deflagaram guerra ao deputado, que ao invés de cobrar mais concursos e investimentos na parte logística, prefere mexer na folga do policial e se intrometer em um direito adquirido por lei pela classe de segurança pública.
“Deputado Galeno, policial militar não é seu escravo! Precisa de folga mínima. Procure a farra dos cargos na sua ao deputado”, respondeu o presidente da APBMS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia e Bombeiros Militares do Seridó), Sd Aderlan, que tem formação acadêmica em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
“Deputado Galeno, se preocupe em tirar quase 2 mil policiais que estão à disposição de Penitenciárias do estado que a rua terá mais policiais”, bafejou o militante Sd Toscano, ex-presidente da APBMS e pré-candidato à reeleição.
CONFIRA A PAUTA DO DEPUTADO GALENO (enviado pela assessoria)
A Segurança Pública voltou a ser tema de pronunciamento na Assembleia Legislativa. Em sessão plenária nesta quinta-feira (25), o deputado Galeno Torquato (PSD) fez uma série de sugestões ao Governo do Estado visando o reforço do policiamento no interior do Estado, sobretudo no Alto Oeste. De acordo com o parlamentar, a recente mudança na escala de serviço dos policiais militares tem tornando a segurança mais vulnerável.
“Em razão de uma portaria do Comando Geral da Polícia Militar, de outubro do ano passado, modificando as escalas de serviço, os municípios menores que antes contavam em suas unidades com no máximo três policiais de plantão, em escala de 24 horas de trabalho por 48 horas de folga, hoje apresentam apenas um policial no plantão, trabalhando em regime de 24 horas por 72 horas, contribuindo para a escalada da violência na região”, disse Galeno.
O deputado pediu que a alteração seja revista pelo Comando da PM, sugerindo que as escalas de trabalho passem a ser de 24 horas de trabalho por 48 horas de folga. Outras sugestões apresentadas por Galeno tratam sobre a ampliação do programa Ronda Cidadã para as cidades polo do Estado, medida também defendida pelo deputado George Soares (PR), a realização de concurso público para a Polícia Militar e uma maior integração dela com a Polícia Civil.
“Saliento o esforço do Governo, através da Secretaria Estadual de Segurança Pública, que vem trabalhando incansavelmente para melhorar a segurança no Estado, como por exemplo, os investimentos no aparelhamento com a aquisição e distribuição de novos veículos para o interior do Estado. Deixo aqui as minhas sugestões”, concluiu Galeno.
Em aparte, o deputado Vivaldo Costa (PROS) parabenizou o pronunciamento de Galeno. “Traz à Casa uma questão de grande relevância, fazendo um trabalho em profundidade e contribuindo também com o Governo”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.