NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Após incêndio no lixão, prefeito de Apodi presta queixa na delegacia e pede investigação


Moradores da cidade de Apodi, na região Oeste do Rio Grande do Norte, foram surpreendidos por uma nuvem de fumaça tóxica durante o início da noite de terça-feira (29).
A fumaça surgiu de um incêndio no lixão e provocou desconforto na população, gerando muitas reclamações nas redes sociais.
Ao tomar conhecimento do problema, o prefeito Alan Silveira realizou uma visita ao lixão com o objetivo de apurar e identificar a queima de material. Foi constatado que pelo menos duas, das seis valas existentes no aterro, haviam sido incendiadas. Segundo o gestor, há uma grande possibilidade do incêndio ter sido criminoso.
“Não podemos admitir essa atitude. Enquanto representante do povo farei o que for preciso para que isso não volte a acontecer, pois sei o quanto afeta o bem estar de todo o povo de Apodi'”, destacou o prefeito.
Devido a isso, Alan Silveira prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (30) e pediu que fosse feita uma investigação minuciosa no intuito de descobrir os autores do crime. O trabalho será desenvolvido pelo delegado Renato Oliveira e sua equipe de investigadores.
“Estamos vigilantes e farei o que for preciso para que esse tipo de coisa não aconteça jamais, pois sabemos o quanto isso é prejudicial ao meio ambiente”, concluiu Alan.
Desde o início do ano que a equipe da Secretaria de Urbanismo e Transportes, responsável pela coleta e gestão do lixo, vem desenvolvendo um trabalho de organização do aterro sanitário. A preocupação maior é com contaminação do lençol freático, através do chorume, bem como a poluição do ar, devido a fumaça de incêndios naturais e criminosos.

* Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.