NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

terça-feira, 31 de março de 2015

Padre morre na frente dos fiéis durante missa

Padre Carlos Assis morre na frente dos fiéis durante missa em Cariacica, espírito santo  (Foto: Arquivo Pessoal)
* G1 - O arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela, emitiu uma nota lamentando ofalecimento do padre Carlos de Assis Vianadurante a missa de Ramos, neste domingo (29), na comunidade São Sebastião, em Porto de Santana, Cariacica. “Pe. Carlos faleceu no momento mais sagrado da vida de um sacerdote: No altar do Senhor imolou-se com Cristo sumo Sacerdote!”, escreveu o arcebispo.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, às 18h30 a necrópsia já havia sido feita e o corpo do padre liberado. Mas a causa da morte só será divulgada à família. Segundo a Arquidiocese de Vitória, a previsão é de que o corpo chegue à paróquia às 21h para o velório.
Um grupo de padres se reuniu para tentar a liberação do corpo do padre Carlos, já que a família dele é de Minas Gerais e ninguém irá até o Espírito Santo para cumprir os procedimentos. Por isso, os padres estão sendo acompanhados por um advogado e aguardam a autorização da necropsia. De acordo com o vigário geral da Arquidiocese, padre Ivo Ferreira de Amorim, é necessária uma autorização judicial para conseguir a liberação do corpo. "Como os familiares do padre são de Minas Gerais, nós reunimos esforços para conseguir realizar esse procedimento", explicou o vigário.
Dessa forma, a Arquidiocese de Vitória precisou acionar a Justiça para liberar o corpo sem a presença dos parentes do padre. O advogado que está acompanhando os religiosos nos procedimentos de liberação do corpo está com o juiz para assinatura do alvará que libera a autorização da necrópsia.
O corpo do padre será levado para Caeté, em Minas Gerais, onde será sepultado. De acordo com a Arquidiocese, nesta terça-feira (31), às 8h, acontece a missa presidida pelo arcebispo Dom Luiz Mancilha Vilela e a previsão da saída do corpo para Belo Horizonte é às 10h.
Entenda o caso
O padre Carlos de Assis Viana, de 37 anos, morreu na frente dos fiéis durante a missa de Ramos no bairro Porto de Santana, emCariacica, por volta de 20h deste domingo. Assustados, os fiéis tentaram reanimá-lo e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas quando o resgate chegou, ele já havia morrido.

A Arquidiocese de Vitória informou que a suspeita é que o padre tenha sofrido um ataque cardíaco. Ordenado em 2011, Carlos de Assis era pároco na Paróquia São Francisco de Assis, em Porto de Santana.
O padre Kelder Brandão, que trabalhou por mais de um ano com Carlos de Assis, disse que ele não apresentava nenhum problema de saúde. “Recebi um telefonema de um seminarista dando a notícia, e fiquei atônito. Ele não tinha nenhum indicativo de doença. Foi um susto para todos, um infarto fulminante”, informou.
Natural de Minas Gerais, o padre atuava há cerca de três anos em Porto de Santana. "O povo de lá tem muito carinho por ele. Estão todos em choque”, completou Kelder.
Arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela, vai a Roma (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Arcebispo de Vitória, Dom Luiz Mancilha Vilela
(Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Confira o pronunciamento do arcebispo Dom Luiz na íntegra:
“Nosso querido Pe. Carlos partiu para os braços do Pai Misericordioso. A Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo colhida de surpresa com o falecimento repentino de Pe. Carlos de Assis Viana, pároco da paróquia São Francisco de Assis, Bairro Porto de Santana em Cariacica, em tudo louva o Senhor nosso Deus, Senhor da vida e de nossa história.

Sofremos com o passamento de nosso querido irmão no sacerdócio, a quem tive a graça de ordenar presbítero da Igreja, tornando-se nosso muito querido colaborador no Presbitério, extremamente zeloso no serviço ao rebanho que lhe foi confiado, discípulo missionário, homem de fé e intensa caridade pastoral. Servo fiel!

Convido a todos os irmãos e irmãs a dar graças a Deus comigo pelo dom precioso que ele nos presenteou na pessoa deste sacerdote zeloso.

Cremos firmemente que Deus Pai Misericordioso o acolhe dizendo-lhe: “Muito bem, servo bom e fiel! Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei. Vem alegrar-te com o teu Senhor!” (Mat.25,21).

Pe. Carlos faleceu no momento mais sagrado da vida de um sacerdote: No altar do Senhor imolou-se com Cristo sumo Sacerdote! Deus seja louvado. Choramos sua partida, mas damos graças a Deus pelo seu testemunho de fidelidade! Com Jesus até o fim para Glória de Deus pai! Amém!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.