NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 27 de junho de 2015

SEXTA DE SANGUE NO MUNDO: Atentados terroristas atingem França, Tunísia e Kuait


CIbuDlgWgAAPSV0


França, Tunísia e Kuait foram alvo nesta sexta (26) de grandes ataques de grupos extremistas, que mataram dezenas de pessoas e alarmaram a comunidade internacional.

Os ataques ocorrem três dias após membros do Estado Islâmico terem feito um chamado a seus apoiadores incentivando o “martírio” no mês sagrado do Ramadã. O grupo assumiu a autoria da ação no Kuait.
A extensão geográfica dos atentados -que ocorreram em três continentes- mostra a disseminação da ameaça de facções extremistas pelo planeta.
TUNÍSIA
O pior atentado ocorreu em uma praia turística na Tunísia, em que dezenas de banhistas -muitos deles britânicos e alemães- foram mortos por um atirador disfarçado de turista.
Em março, outro ataque no país, no Museu do Bardo, atração turística perto do Parlamento tunisiano, matou 22 estrangeiros e deixou dezenas de feridos.
A Tunísia é o único país que conseguiu manter um governo democrático laico após a Primavera Árabe, em 2011. A nação sofre influência, porém, de grupos radicais e células terroristas.
Segundo fontes independentes consultadas pelo governo americano, ao menos 3.000 tunisianos deixaram o país nos últimos anos para se juntar às fileiras de facções extremistas como o EI.
FRANÇA
Na França, uma cabeça decapitada foi encontrada em uma usina de gás com bandeiras e inscrições em árabe. Também houve explosões que deixaram ao menos dois feridos. Um suspeito foi preso.
Em dezembro do ano passado, o Ministério de Interior da França estimou que ao menos 1.200 cidadãos ou residentes franceses estavam envolvidos com grupos extremistas na Síria, berço do EI.
KUAIT
No Kuait, um homem-bomba atacou uma mesquita xiita durante as preces de sexta-feira (26), dia sagrado para os muçulmanos.
O Kuait é considerado um importante aliado americano na região do golfo Pérsico. Segundo o Departamento de Estado, em relatório divulgado em junho, o país vem sendo um parceiro-chave no combate dos EUA ao EI.
O Conselho Europeu pronunciou-se condenando os três ataques. “O extremismo e o terrorismo minam as bases das sociedades democráticas e são completamente inaceitáveis”, disse Anne Brasseur, presidente da assembleia parlamentar do conselho.
O Itamaraty também soltou uma nota repudiando os atentados.
Folha Press



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.