NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Casal é assassinado a tiros dentro de casa durante a madrugada no Bairro Nova Mossoró

casal


O duplo homicídio aconteceu por volta das 02h30min desta madrugada de quarta feira 26 de junho de 2019, em uma Rua Projetada no Loteamento Royal Ville na região do Bairro Nova Mossoró na cidade de Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte.
O casal Jackson Diogo de Araújo Soares, 26 anos e sua esposa, Maria Andreza de Moura Macedo, 18 anos de idade, foi assassinado a tiros dentro de casa.
Os corpos foram encontrados dentro do quarto da residência e segundo a perícia criminal, Jackson , foi atingido com 6 tiros e estava embaixo da cama,caracterizando uma tentativa de fuga, sem êxito. Já Andreza sofreu dois disparos de arma de fogo e seu corpo foi encontrado ao lado da cama.
A VTR do Ronda Cidadã do 2º BPM composta pelo sargento Sidney de Góis e o soldado Barbosa, foi acionado pelo CIOSP para a ocorrência de disparos de arma de fogo naquela localidade e quando a equipe chegou no local,constatou a veracidade da informação e passou a isolar a área do crime.
O delegado de plantão Dr. Evandro dos Santos, esteve no local com sua equipe, conversando com familiar de uma das vítimas e informou que o casal era usuário de droga. A perícia constatou que não houve arrombamento na residência, o que leva a Polícia Civil a acreditar que o duplo homicídio foi praticado por alguém que estava na casa ou o casal teria aberto a porta para os criminosos, que após executarem o casal, reviraram a residência em busca de algo.
No local surgiram informações de que Jackson Diogo teria recebido cerca de 40 mil reais oriundos da venda de um bem da família e que o mesmo tinha relatado sobre o caso pelo bairro, mas o delegado Evandro dos Santos, disse que tinha conversado com o pai de Andreza e que este teria confirmado o recebimento do dinheiro, mas que este havia sido depositado em um banco.
Em face dessa informação o Dr. Evandro disse que a princípio o crime vai ser tratado como execução, mas que durante as investigações poderão surgir fatos novos e o duplo homicídio passe a ser investigado como crime de latrocínio (roubo seguido de morte).
Após os trabalhos de perícia no local do duplo homicídio, os corpos foram recolhidos e encaminhados pelo rabecão para o Instituto Médico Legal (IML) do ITEP onde serão necropsiados e depois liberados para sepultamento. A cidade de Mossoró, chega nesta quarta feira (26) aos 90 assassinatos em 2019. O caso vai ser investigado em inquérito policial conduzido pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) núcleo de Mossoró.


* Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.