NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 28 de dezembro de 2013

É Hoje !!! Quando o campeão vira desafiante no UFC


Raramente na história de 20 anos do Ultimate um desafiante entrou no octógono com a responsabilidade de um verdadeiro campeão, e o detentor do título, por sua vez, subiu no cage com pinta de desafiante. E essa por si só já é uma característica única para motivar os apaixonados ou não por MMA a assistirem ao confronto principal do UFC 168, hoje, em Las Vegas, Estados Unidos, entre Anderson Silva e Chris Weidman.
O combate terá transmissão da TV Globo/ Verdes Mares. Porém, quem quiser ver todas as lutas do evento ao vivo terá de recorrer ao canal fechado a partir das 20h30 (horário cearense). Há pouco mais de cinco meses, um cruzado de esquerda transformava a vida do Aranha. De unanimidade ele passou a ser criticado pela forma como perdeu o cinturão para o norte-americano. Nem o nocaute devastador que sofreu (o primeiro ao longo da vitoriosa carreira) foi suficiente para poupá-lo do que viria depois. Comentários de que Anderson não foi humilde, mereceu perder, e até de que havia vendido a luta ecoaram nas redes sociais e nos veículos de imprensa.


A vida do maior recordista de defesa de títulos do UFC virou um rosário de explicações. Hoje, o brasileiro terá a chance de provar que muitos estavam enganados sobre ele em suas análises.

Ele sabe que em caso de nova derrota novamente irão falar bastante, sobretudo sobre a aposentadoria, por isso fez um treinamento diferenciado, cancelou compromissos com patrocinadores e até passou um período longo isolado da imprensa nos últimos três meses. "Para mim, será como uma final de Copa do Mundo entre Brasil e Argentina", contou em uma das entrevistas que concedeu esta semana.

Anderson vai entrar focado como se fosse o verdadeiro campeão dos pesos médios do UFC, tendo que provar ser melhor que o adversário. Ele é favorito na bolsa de apostas de Las Vegas. Já Weidman, colocará o cinturão em disputa pela primeira vez, mas está sendo tratado como desafiante. "Não interessa se vou finalizá-lo ou nocauteá-lo. O que importa é que irei vencê-lo de novo", afirmou o americano nesta semana, sabendo que terá de chocar o mundo pela segunda vez para ser considerado o real campeão. Já Anderson terá uma segunda chance para evitar o ponto final na "Era do Spider".

Revanche das belas

Outra revanche bastante esperada será na noite será a disputa de cinturão entre as belas Ronda Rousey e Miesha Tate.

Ambas participaram como treinadoras do mais recente The Ulimate Fighting (TUF) norte-americano. Miesha foi derrotada por Ronda com uma chave-de-braço na última vez que se enfrentaram.

O combate de hoje tem mais um diferencial. As duas já declararam não gostar uma da outra - o que ficou ainda mais evidenciado no reality show.

Cearense e brasileiros

Apesar de radicado em Manaus e treinar nos EUA, Diego Brandão é cearense e vai fazer um duelo contra o duríssimo Dustin Poirier, sexto no ranking do Ultimate.

Diego poderá chegar ao quarto triunfo seguido no UFC e se tornar o segundo lutador do Estado com mais vitórias seguidas na associação. Perde apenas para Thiago Pitbull Alves, que tem sete vitórias consecutivas.

Além do cearense, o octógono do MGM Grand Garden Arena terá o retorno de Fabrício "Morango" Camões que enfrentará também no card principal o americano Jim Miller.

No card preliminar, o potiguar Gleison Tibau encara Michael Johnson enquanto William Patolino, que fez a final do TUF Brasil 2 no UFC Fortaleza, em junho deste ano, vai enfrentar Bobby Voelker.


Estilos

Apesar de ser faixa preta em jiu-jítsu, Anderson Silva deve manter a "trocação" de golpes, e a luta em pé, como principal arma. Sobre os erros do último confronto, o brasileiro admitiu que mudanças foram feitas na preparação. Já Weidman, especialista em luta greco-romana, tem facilidade em colocar seus rivais para baixo e apostará no chão.

De olho

Se tem alguém que dará uma atenção especial ao combate de hoje, é Vitor Belfort. O brasileiro segue sonhando com a conquista do cinturão dos médios, que será disputado por Chris Weidman e Anderson Silva. O lutador é dado como desafiante certo para quem vencer a luta e poderá lutar pelo título do UFC ao longo de 2014.


* Reprodução Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.