NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 31 de janeiro de 2015

Organizada do Fla invade vestiário e agride jogadores do Macaé

* Uol - Torcedores de uma torcida organizada do Flamengo invadiram o vestiário do Macaé, adversário do Rubro-negro na estréia do Campeonato Carioca, e agrediram alguns jogadores da equipe. Um dos líderes do Alvianil, o goleiro Ricardo Berna fugiu do local em direção ao gramado do Moacyrzão e foi visto com a boa ensanguentada. A informação foi divulgada pela Rádio Tupi e confirmada pela Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro.

"Agora esta tudo tranquilo. Tudo foi resolvido. O que ocorreu é que apenas um funcionário tomava conta de uma porta e esse acesso foi invadido por um grupo de torcedores. Entre 15 e 20 invadiram o vestiário, roubaram frutas, chuteiras e deram um soco no goleiro, que foi atendido e está no aquecimento. Vamos passar para a polícia para identificar esses infratores", disse o diretor de competições da Ferj..
O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, foi pego de surpresa com a informação, mas adotou discurso firme contra os "bandidos", como ele definiu os invasores. Para o dirigente, o clima tenso vivido nos bastidores não pode servir como desculpa.
"Acho estranho isso. Como eles entraram? Isso depende da segurança do Macaé. Se houve essa agressão, é claro que houve uma falha. Um grupo de bandidos  invade o vestiário. Esperamos que estejam presos, encarcerados", disse Eduardo bandeira de Mello à rádio Tupi.
"Claro que não se pode confundir as coisas. Não pode ter clima beligerante por causa de briga de dirigentes. Não são torcedores, mas bandidos. Nada mais fácil prender esses bandidos. Eu repudio qualquer tipo de agressão. Fui agredido verbalmente e deixei a reunião. Óbvio que essa invasão é algo feito por bandidos", completou Bandeira de Mello.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.