NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 21 de abril de 2017

ESTUDANTES DE RIACHO DA CRUZ DOAM 2 MIL GARRAFAS PET'S PARA PRESOS FABRICAREM VASSOURAS EM APODI

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé e pessoas sentadas

Uma ideia relativamente simples, mas de alcance extraordinário tanto do ponto de vista ambiental, como social e econômico está sendo colocado em prática na Escola Estadual João Soares da Silva na pequena cidade de Riacho da Cruz, região oeste do Rio Grande do Norte.

Numa gincana escolar, envolvendo quase 200 crianças, professores e pais de alunos, foram juntados 2 mil garrafas petes nas residências, no bares e balneares da cidade e doadas aos presos do Centro de Detenção Provisório de Apodi fabricarem vassouras.
“Eu vibrei com esta doação, com este envolvimento das crianças e professores”, diz agente penitenciário Márcio Morais, diretor do CDP, que agora tem matéria prima para oito detentos trabalhar por vários dias, ganhar algum dinheiro, reduzir a pena e voltar a convívio social.
Márcio Morais (segundo vassouras) assegurou que com a doação das 2 mil garrafas petes, a fábrica de vassouras do CDP de Apodi soma 12 mil garrafas petes tiradas das ruas, 700 vassouras fabricadas. Ele espera que outras escolas da região tenham a mesma idéia da de Riacho da Cruz.
A ideia nasceu a partir de uma reportagem exibida pela InterTV Cabugi, mostrando os presos do CDP Apodi, que é modelo no Rio Grande do Norte, fabricando vassouras com garrafas petes, assistida pelo professor/diretor Antônio Clésio Fernandes da Silva, de Riacho da Cruz.
Clésio Fernandes explicou que na verdade a Escola Estadual João Soares da Silva, a qual é diretor, estava realizando uma grande gincana, envolvendo quase 200 pessoas, entre alunos e professores e foi pensado várias tarefas para os alunos durante o dia.
Entre as tarefas, Clésio Fernandes disse que constava arrecadar alimentos para doar a famílias carentes e assim passar uma mensagem boa de cidadania aos alunos; juntar garrafas petes, pneus e outros objetos que permitisse a reprodução do mosquito transmissor da dengue, passando uma ideia clara e objetiva de zelo, limpeza, saúde, cuidando do meio ambiente.
“Mas não foi só isto. Os grupos de alunos tinham como tarefas pesquisar temas relacionados aos estudos deles e demonstrar este conhecimento aos professores, entre várias outras atividades que envolveu todos numa grande brincadeira saudável”, destaca o professor, lembrando que os estudantes apreenderam muito de cidadania num dia se divertindo.
Foram arrecadas mais de 80 cestas básicas, que estão sendo entregues pelos alunos e professores nesta sexta-feira, 21, para as famílias carentes do município, que tem pouco mais de 3,5 mil habitantes. Também nesta sexta-feira, os alunos e o professor/diretor Clésio Fernandes entregaram mais de 2 mil garrafas petes no CDP de Apodi e viram como são festas as vassouras.
Existe uma luta diária, do professor engajado, do professor preocupado com os filhos, em buscar meios para encucar nas cabeça destas crianças um perfil mais cidadão, tornando pessoas melhores, solidárias, preocupadas com o próximo e com o meio. É uma forma de encarar de frente esta barbárie que nos meios de comunicação modernos”, conclui.
Esta Gincana realizada pelos alunos da Escola Estadual João Soares da Silva, com atividades diversas, inclusive, está incluída na programação da Semana da Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, para prevenir doenças, especialmente a dengue. Inclusive foi a Prefeitura que emprestou o caminhão para levar as garrafas petes para Apodi.


* Na Ficha da Polícia via Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.