NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

No Dia do Veterinário, Veja Dicas Para
Escolher Quem Cuidará da Saúde do Seu Pet




 
       
        Quem tem um animal de estimação sabe da importância do médico-veterinário não apenas para a saúde e o bem-estar da mascote, mas de toda a família (já que todos que convivem com o bichinho acabam sendo influenciados por seu estado). Escolher bons profissionais de saúde animal para acompanhar seu pet, seja por conta de um problema momentâneo, seja para  toda a vida, é tarefa muito séria e complexa.   Aproveitando o Dia do Médico-Veterinário, celebrado nesta sexta-feira (9), o R7 conversou com especialistas no assunto.
        Segundo o professor-doutor Enrico Lippi Ortolani, diretor da faculdade de medicina veterinária da USP (Universidade de São Paulo), o principal aspecto a ser observado é o grau de especialidade do profissional a ser escolhido para tratar de mascotes. Ele lembrou ainda que hoje em dia já há especialização para todas as espécies de animais de estimação e problemas.
- Existe até, por exemplo, veterinários especialistas em ortopedia de cavalos. Essa restrição leva a uma maior qualificação dos profissionais.


        Ortolani também explicou que o médico do bichinho deve estar disponível para casos de emergência, mas o consultório não precisa atender 24 horas. Basta que o veterinário indique um bom hospital de animais que atenda o pet em casos urgentes.

        Encontrar um bom veterinário poupa sofrimento e dinheiro, já que o profissional certo diagnostica melhor e poupa tratamentos desnecessários. Achá-lo é como encontrar um bom médico, gasta tempo, mas o resultado vale a pena, afinal é ele que vai cuidar do seu amigo quando o bichinho mais precisar.

        Thomaz Marzano, secretário-geral da Sociedade Paulista de Medicina Veterinária, afirmou que prestar atenção à regularização do consultório é essencial.

        - A clínica veterinária deve ser registrada no CRMV [Conselho Regional de Medicina] e na Anvisa e deve ter um responsável técnico.

        Ele ainda aconselha os donos de animais a procurar uma clínica veterinária perto do local onde moram.

        - Principalmente em grandes capitais, já que o trânsito, misturado ao calor e à agitação, pode piorar o estado físico e também o psicológico do animal.

        Outra dica importante é observar as condições de higiene do local de trabalho do veterinário (que deve estar sempre com roupas limpas e aparentar calma, para passar tranquilidade ao proprietário e ao animal).

        - Deve ser um médico com vastos conhecimentos técnico-práticos e que consiga explicar de maneira clara o que está acontecendo com o paciente.

        Caso o animal seja de grande porte, Ortolani frisa a importância, além da especialidade do veterinário, da qualidade de sua aparelhagem.

        É que, para tratar de espécies como o cavalo, são extremamente importantes o alto conhecimento teórico e o equipamento adequado, que auxilie no rápido diagnóstico do problema do paciente. 

         Parabéns a Todos os Veterinários do Brasil.

         Fonte: R7/Record
         Por Márcio Melo
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.