NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Homem suspeito de estupros usava brinquedos para aliciar crianças no PI

Brinquedos apreendidos na casa onde Francisco supostamente praticava os estupros em Oeiras (PI) (Foto: Rogério Silva/Mural da Vila)

A Polícia Civil pediu a prisão do pedreiro Francisco da Silva Moura, 55 anos, suspeito de estuprar quatro crianças com idades entre sete e 10 anos na cidade de Oeiras, a 313 km ao Sul de Teresina. Segundo o delegado regional Genival Vilela, o suspeito era conhecido das famílias das vítimas e utilizava brinquedos para atrair e ganhar a confiança das crianças.
“Ao ser ouvida, uma das vítimas de sete anos descreveu toda a ação do suspeito. Ela disse que Francisco a convidou para passear, logo em seguida a levou para uma casa em construção afirmando que tinha brinquedos. Ao chegar no local, ele ganhava a confiança da menor brincando com bonecas e depois cometia o estupro”, afirmou Vilela.

O caso foi denunciado pela mãe de uma das vítimas no dia 27 de janeiro, após a filha relatar que teria sido abusada pelo homem. Ao investigar, a polícia conseguiu chegar à outras crianças que também relataram terem sido vítimas de Francisco da Silva. “Outras três crianças compareceram com os pais na delegacia para denunciar o suspeito. Elas contaram a mesma coisa que a primeira vítima. Foram atraídas com brinquedos e lanche”, disse o delegado.

Genival revela que quando o pedreiro soube que tinha sido descoberto, ingeriu veneno de rato na tentativa de cometer suicídio, mas foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em estado grave. “Após receber alta médica ele sairá do hospital direto para a prisão, pois o que ele fez foi gravíssimo e deixou toda a população abismada. É a primeira vez que acontece uma ocorrência desse tipo aqui na região”, garantiu Vilela.
As vítimas foram encaminhadas ao Instituto Médico Legal de Teresina onde foram submetidas a exames para comprovar se houve conjunção carnal. “Mesmo diante dos depoimentos constatamos que houve estupro de vulnerável, pois na nova lei do código penal, gestos obscenos agora é estupro, porém vamos esperar as provas técnicas para saber se a pena dele será agravada por conta disso”, explicou o delegado.

* Reprodução Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.