NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Atlético Mineiro perde para Atlas, em Minas, e se complica na Libertadores

new captionO Atlético Mineiro se complica na Libertadores. Após perder o primeiro jogo para o Colo-Colo, no Chile, o Galo foi derrotado no Horto, para o Atlas, por 1 a 0, sendo vaiado por sua torcida. 

Os mexicanos conquistaram seus primeiros três pontos no torneio, enquanto os brasileiros estão na lanterna do grupo, sem nenhum ponto. 
Atlético volta a irritar torcida
O Atlético Mineiro contava com desfalques nas laterais e no ataque. Patric seguiu como titular na direita, enquanto Lucas Cândido foi improvisado na esquerda. Na frente, André começou o jogo. O colombiano Cárdenas começou no banco. 
Chovia muito em Belo Horizonte, mas a bola rolava sem problemas no gramado do Independência. O Atlas, que assim como o Galo perdeu no primeiro jogo, não se amedrontou e atacou o adversário.
Quase marcou um golaço logo aos quatro minutos, com Rodrigo Millar, mas o chileno errou o alvo. Por pouco. Aos oito, o paraguaio Caballero tentou de fora e novamente a bola passou perto. 
O Atlético irritava sua torcida. Era envolvido pelo adversário e errava muito quando tinha a bola no pé. No ataque, era inofensivo e o goleiro Vilar apenas observava o jogo. 
O goleiro, então, resolveu ajudar e deu um passe para Luan, mas o atacante chutou sem direção. O lance ajudou a equipe, que se animou e atacou mais. André perdeu chance incrível aos 32, na pequena área. Dátolo também tentou de fora, mas o primeiro tempo terminou 0 a 0. 
Galo vai para cima, mas jogo é perigoso
O técnico Levir Culpi colocou em campo após o intervalo o meia Cárdenas, para tentar fazer o jogo do time fluir mais. Leandro Donizete deixou o campo. 
Luan seguiu como jogador mais ativo do Alvinegro. Quando errava tecnicamente, compensava com empenho. Aos três, rolou para Lucas Cândido, que acertou uma bomba só parada pelo goleiro Vilar. 
O Galo foi para cima, como pedia a torcida. O jogo ficou totalmente aberto, já que o Atlas era perigoso nos contra-ataques e colocava Victor para trabalhar. Aos 24, Medina acertou o travessão. 
O castigo do Galo veio aos 41. Edcarlos tentou fazer a linha de impedimento, mas foi linha burra. Suárez ficou cara a cara com Victor e não desperdiçou: 1 a 0. Vaias no Horto. 
* MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.