NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

SEVERIANO MELO - SESSÃO DA CAMARA TEVE EXALTAÇÃO DE ANIMOS


A sessão de abertura dos trabalhos legislativos de Severiano Melo, teve momentos de fortes debates entre vereadores da situação e posição.
O motivo foi o requerimento de número 01/2015, de autoria do vereador oposicionista Gilson Carvalho, que solicita informações do chefe do executivo municipal, sobre possíveis gastos realizados pelo gestor, em viagens que realizou, assim como no tocante a utilização do carro do Conselho Tutelar do município, para fins que não sejam da entidade a qual é destinado.
O requerimento foi aprovado por 5 votos contra 3. O bloco oposicionista optou em peso pela aprovação. Bruno Melo; Coitinho; Dadilson Matias; Gilson Carvalho e Jozilma Andrade, disseram "sim" ao pleito defendido pelo autor. Já os vereadores Berg; Rubens Ferreira e Sezinildo, entendem que o prefeito Dagoberto Bessa não tem por que atender ao requerimento em tela.
O ponto alto do debate, deu-se quando o ex-presidente da Casa, Rubens Ferreira, disse que o autor do requerimento estava querendo explicações desnecessárias. Gilson carvalho por sua vez, disse aceitar o entendimento do vereador situacionista, porém, disse que é dever aceitar a opinião dos seus pares. O vereador Dadilson Matias também foi em defesa do idealizador do requerimento e disse ser justo o que naquele momento estava sendo proposto. A discussão teve momentos de exaltação, contido pelos demais vereadores.
Em contato telefônico com o blog após a sessão, Gilson Carvalho expressou o respeito que tem ao ex-presidente Rubens Ferreira, agora líder do governo, entretanto, deixou claro que não deve o vereador tomar as dores de outrem. Já o edil Rubens Ferreira diz, também via telefone, que até 31 de dezembro, portou-se como presidente da câmara, onde tinha o dever, também, de apaziguar as discussões, contudo, como líder do governo tem o sacro dever de defender o que for de interesse da administração municipal, desde que entenda justo.
O vereador Bruno Melo, muito próximo aos dois vereadores, garantiu que as comendas ficaram no plenário e que ambos são homens de reconhecido equilíbrio e que tem convicção que pessoalmente nada foi "arranhado.

* Via O Doidin da Strada


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.