NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013



Flaviano Monteiro
Prefeito de Apodi/RN

Depois que descobriu que a prefeitura de Apodi, mantinha o pagamento das contas de energia de 27 imóveis que não constam na lista de prédios públicos o prefeito, Flaviano Monteiro solicitou a imediata suspensão do fornecimento.
Embora a decisão venha gerando polemica na cidade, o prefeito afirma que a decisão visa identificar quem são os responsáveis pelos imóveis e o que levou a prefeitura a pagar as contas desses prédios.  “Solicitamos à Cosern o desligamento de 27 estabelecimentos que não conseguimos identificar os beneficiários e estamos pedindo que as pessoas que tiveram sua energia cortada, nos procurem para que possamos verificar se a conta de fato é de responsabilidade da prefeitura”, explica o tesoureiro Josivan Alves.
Ele acrescentou ainda que em apenas um dos imóveis a conta de luz atingiu R$ 2.594,00. O endereço informado á Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), o imóvel estaria situado na Avenida, Marechal Floriano, mas segundo o tesoureiro o imóvel não foi localizado. As adequações no pagamento de energia de imóveis da zona urbana já estão sendo feitas pelo Executivo e logo será a vez da zona rural, que também tem um custo elevado com despesas de energia, devido pagar contas de consumo de poços que beneficiam apenas proprietários particulares, pago pela população.
Somente no mês de janeiro, a prefeitura pagou cerca de R$ 80 mil reais de energia, somando a conta com a Contribuição de Iluminação Pública. “A nossa meta é reduzir em pelo menos 30% essa despesa, para podermos investir em projetos que beneficiem a população, como por exemplo, o transporte gratuito para os estudantes universitários”, justificou Flaviano. 
Fonte: Jornal de Fato via Blog Ponto de Vista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.