NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Vereadores de São Bento recusam o recebimento de salários, alegando que os valores são inferiores ao previsto em Lei

Revoltados, os parlamentares recorreram ao TCE-PB para buscarem uma explicação mais precisa sobre o caso.



Doze vereadores do município de São Bento, no Sertão Paraibano, recusaram, na última quarta-feira (30/01), o recebimento dos salários relativos ao mês de janeiro do ano em curso.
Segundo funcionários da casa, o motivo alegado, para recusa, foi o baixo valor descrito nos cheques. Os parlamentares alegaram que a lei 579/2012, que fixou os subsídios dos vereadores para este ano, no município, preconiza vencimentos de R$ 6 mil reais, mas a cifra apresentada ficou em torno de R$ 3.800 líquidos.
Os funcionários informaram, ainda, que só quem recebeu o salário foi o presidente da câmara, o vereador Ademar Pereira Diniz (DEM), que, conforme a lei 579/12, tem salário bruto de R$ 9 mil reais. “Vamos buscar nossos direitos, não queremos essa quantia! Se for pra receber esse valor, pode deixar aí”, reclamaram os vereadores.
Revoltados, os parlamentares mirins foram ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-     PB), na tentativa de buscarem uma informação mais detalhada sobre o caso.
O duodécimo na Câmara Municipal de São Bento do mês de janeiro foi de R$ 125 mil reais, e os valores da folha de pagamento devem chegar a pouco mais de R$ 70 mil.

*É Sertão/Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.