NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

domingo, 29 de setembro de 2013

Botafogo perde para Ponte em jogo com seu pior público no Maracanã

Botafogo não conseguiu furar retranca, sofreu gol de pênalti e foi derrotado no Maracanã
O Botafogo perdeu para a Ponte Preta por 1 a 0, neste sábado, no Maracanã. Além da terceira derrota consecutiva no Brasileiro, a partida ficará marcada como o prior público do time no estádio: apenas 6.272 pagantes e inferior aos 6.676 contra o Coritiba, pela 18ª rodada. Elias marcou de pênalti  gol da vitória da equipe de Campinas.

Com o resultado, o Botafogo permanece com 42 pontos e se complica ainda mais na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Isso porque o líder Cruzeiro, com 50, pode abrir uma diferença de 11 pontos caso vença o Internacional, no Sul, neste domingo. Já a Ponte Preta pula para os 22 e diminui a diferença para os rivais da zona de rebaixamento, embora ainda esteja a cinco do Fla, primeiro time livre da degola.
Com poucos torcedores no Maracanã, o Botafogo iniciou a partida sem tradicional pressão ao adversário, apesar de ficar a maioria do tempo com a bola. A Ponte Preta, por sua vez, apenas fazia forte marcação, mas sem muita eficiência. Os donos da casa aos poucos encontravam espaços e chegava de forma perigosa.
Com a retranca feita pela Ponte Preta, Seedorf atuava praticamente como um volante, como ocorreu na segunda etapa contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Os jogadores demonstravam estar ciente do que tinham pela frente e, por isso, apresentavam paciência para furar o bloqueio do adversário, que sequer ameaçou o gol de Jefferson até os 30min. Os chutes de fora da área apareciam como boa alternativa, mas Rafael Marques, Gabriel e Marcelo Mattos não capricharam na finalização.
E em um raro lance de ataque da Ponte Preta, os visitantes abriram o placar. Artur recebe passe dentro da área e, ao dominar, é calçado por Lima, que substituía Julio Cesar, poupado. O lateral esquerdo cometeu pênalti, convertido por Elias. A partir do gol, os poucos botafoguenses presentes passaram a vaiar o botafoguense e protestar a cada erro. Vaias ao fim da etapa inicial.
As equipes voltaram para o segundo tempo e o jogo continuou exatamente da mesma maneira. A Ponte preta totalmente defensiva, mal se arriscando nos contra-ataques, enquanto o Botafogo sofria para furar a retranca do adversário. Com passes lentos e sem objetividade, os donos da casa passaram a irritar os torcedores.
Oswaldo de Oliveira precisou de dez minutos para dar razão às arquibancadas e fez a primeira substituição.  Trocou Hyuri por Octávio. A mudança não surtiu efeito e o treinador mostrou ter coragem. Seedorf esteve muito mal deu lugar a Henrique, que mal entrou chutou forte para boa defesa de Roberto. Alex também foi para o jogo na vaga de Marcelo Mattos.
Na base do desespero, o Botafogo foi para cima da Ponte Preta, mas nem em bola parada conseguia levar perigo ao adversário. Mas foi pouco, muito pouco. Alex aidna perdeu chance clara no último lance, mas mandou por cima. Com futebol irreconhecível, o Alvinegro conheceu sua terceira derrota consecutiva no Brasileiro. Vaias e mais vaias.
* Reprodução Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.