NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Cruzeiro faz jogo eficiente, vence o Inter e abre 11 pontos do 2º colocado

Vinicius Costa/Preview.com

der cada vez mais líder. Neste domingo o Cruzeiro fez 2 a 1 no Internacional, no estádio do Vale, na cidade de Novo Hamburgo, e ampliou sua vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. O time de Marcelo Oliveira triunfou com gols de Nilton e Willian. Otávio fez para o Colorado.

O triunfo do time mineiro passou pela efetividade. A partida começou com grande intensidade e dois gols em um intervalo inferior a 60 segundos. Na etapa final, Willian garantiu a vitória, mesmo diante de um Inter com maior velocidade e melhor desempenho em relação aos jogos recentes.
A vitória empurra o Cruzeiro para os 53 pontos, 11 a mais que o segundo colocado – Grêmio. A vantagem também passa pela série de dez partidas sem derrota da equipe no Brasileirão. Neste período, foram nove vitórias e um empate.
Para o Inter, a nova derrota em casa aumenta a insatisfação com o trabalho de Dunga. E faz o time parar nos 34 pontos, caindo duas posições e ficando com o sétimo lugar na tabela. Sete pontos do G-4.
A escalação sem Forlán e Damião deixou o Internacional mais leve e rápido na frente. Mas foi o Cruzeiro quem abriu o placar, logo aos 4 minutos. Egídio cobrou falta da intermediária e Nilton desviou de cabeça dentro da área. A sétima vez nos últimos oito jogos que o Colorado saiu em desvantagem.
Mas a reação foi rápida, a contrário dos jogos passados. Menos de um minuto depois, Otávio dominou o cruzamento de Kleber e chutou rasteiro para empatar: 1 a 1. O início eletrizante do jogo ainda teve outras duas chances de gol, uma para cada lado.
O domínio do jogo oscilou. Mesmo sem Ricardo Goulart e Júlio Baptista, o meio-campo do Cruzeiro criou oportunidades. Nenhuma, porém, com clara chance. O Inter cresceu na partida depois dos 30 minutos. E muito em cima das mudanças promovidas por Dunga.
Mais voluntarioso e veloz, o Colorado viu o novo setor ofensivo acossar a defesa do líder. Otávio, Jorge Henrique e Caio armaram boas jogadas, mas tal qual o Cruzeiro sem arremate preciso. Alan Patrick – substituto de D'Alessandro, também apareceu bem.
No intervalo, Dunga e Marcelo Oliveira fizeram a mesma mudança. No Inter saiu Kleber e entrou Fabrício. O camisa 6, de bom primeiro tempo, sentiu os reflexos de uma forte gripe. No Cruzeiro, Egídio foi sacado para a entrada de Mayke.
E a história do segundo tempo seguiu o roteiro do começo do confronto: gol cedo. Aos 8 minutos, Willian recebeu de Dagoberto e chutou colocado. Bola rasteira, no canto esquerdo de Muriel. O Inter sentiu a nova desvantagem e fez o Cruzeiro ganhar terreno. Nem mesmo as entradas de Leandro Damião e Alex fizeram o Colorado igualar o escore.

* Reprodução Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.