NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Em jogo de oito gols, Vitória derrota Atlético-PR e respira na tabela

Com o resultado, o Vitória subiu para a sexta colocação, cinco pontos abaixo do Atlético-PR

O Vitória mostrou que vive outro momento no Campeonato Brasileiro ao vencer o Atlético-PR por 5 a 3 neste domingo, na Vila Capanema, pela 24ª rodada da competição nacional. Em uma partida que o time paranaense chegou a ceder o empate após abrir 3 a 0, os baianos desempataram o confronto no contra-ataque e respiram na tabela ao abrir nove pontos para a zona de rebaixamento.

O jogo iniciou com o Vitória tentando surpreender a equipe da casa e o confronto era equilibrado porque o Atlético-PR marcava de maneira habitual. Os paranaenses sentiam dificuldade para impor seu jogo principalmente porque o time baiano impedia uma saída de bola com qualidade e os meias eram pouco notados.

No momento que o confronto era mais estudado, o Vitória conseguiu sair na frente, aos 17, com Renato Cajá. Após cruzamento de Juan para a área, a zaga atleticana se atrapalhou no corte, Wéverton salvou parcialmente, mas o meia pegou a sobra e deixou sua marca.

Como era de esperar, o Atlético-PR tentou retomar seu melhor jogo, mas chegou a tomar sustos nos contra-ataques do adversário. O time da casa não se encontrou e acabou sendo sofrendo o segundo gol, aos 29. O lateral direito Ayrton cobrou uma falta na intermediária, a bola desviou na barreira e não deu chances de defesa para Wéverton.

Na expectativa de mudar o panorama do jogo, Vagner Mancini optou por mexer no Atlético-PR, aos 35. Jonas saiu para dar lugar ao atacante Roger. Desta maneira, João Paulo e o próprio ex-jogador do Sport passariam a se revezar na lateral direita.

A mudança não conseguiu surtir o efeito desejado porque o Vitória chegou ao terceiro exatamente no lado direito da defesa atleticana. O atacante Dinei fez boa jogada individual e finalizou com categoria no canto esquerdo de Wéverton, aos 43. O Atlético-PR tentou reagir, mas a etapa terminou mesmo com o triunfo parcial do time visitante.
O Atlético-PR iniciou o segundo tempo com Zezinho no lugar de Pedro Botelho. Por outro lado, o Vitória retornou com a mesma formação. A partida caminhava para continuar com o amplo domínio do time baiano porque com somente um minuto de partida, Marquinhos obrigou Wéverton a praticar boa defesa.

No entanto, os donos da casa tiveram força para diminuir a vantagem do adversário, aos 11. Roger cruzou da esquerda e Éderson ganhou da zaga do Vitória para marcar de cabeça. A pressão continuou e o mesmo atacante marcou o segundo, aos 17. Ele recebeu na entrada da área, cortou para o meio e acertou o canto esquerdo de Wilson. O time paranaense seguiu na mesma toada e empatou o confronto, aos 23, com Roger, de cabeça, após cobrança de escanteio na esquerda.

O Vitória ficou desnorteado com o empate do Atlético-PR e estava sem força para reagir. A equipe da casa continuou pressionando, mas no contra-ataque a equipe baiana desempatou o confronto. William Henrique finalizou cruzado, aos 37, e deixou sua marca. O rápido atacante ainda fez a jogada para Ayrton marcar o quinto, aos 41, para decretar números finais ao confronto.  

* Reprodução Márcio Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.