NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

terça-feira, 29 de abril de 2014

Governo de SP quer colocar Marcola de volta no RDD

R7 - O secretário de Administração Penitenciária de São Paulo, Lourival Gomes, afirmou na manhã desta terça-feira (29), que vai pedir a internação de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, por 360 dias no RDD (Regime Disciplinar Diferenciado). No último dia 9 de abril, o principal líder da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) obteve uma liminar da Justiça para deixar o regime de detenção. Segundo Gomes, o pedido para que Marcola volte para o RDD será articulado também pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

— O pedido que fizemos antes foi cautelar. Agora podemos fazer um novo, com no máximo 360 dias de internação, tempo máximo que a lei permite.
Ainda de acordo com o secretário, "há algumas" semanas ele próprio solicitou ao secretário de Estado de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, que levantasse documentos com as polícias Civil e Militar que comprovem a necessidade de que Marcola seja internado novamente no RDD.
O líder do PCC foi colocado no regime no dia 11 de março para cumprir uma medida disciplinar de 60 dias. Marcola havia sido isolado a pedido do governador Geraldo Alckmin (PSDB), após suspeitas de planejar uma fuga com outros três líderes do PCC da P-2 de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. A facção supostamente pretendia usar helicópteros camuflados com as cores da Polícia Militar, avião monomotor e atiradores com armamento pesado.
Gomes não concordou com a decisão da Justiça de dar liminar para Marcola sair do RDD.
— Para a nossa surpresa ele saiu antes do período que havíamos pedido. Entendo que a decisão foi equivocada.
O desembargador Péricles Piza, que concedeu a liminar, entendeu que, mesmo que houvesse um fato novo, não havia indícios de que Marcola tenha ordenado ou planejado a fuga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.