NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Polícia prende acusado de estuprar e matar e jogar jovens no Rio Tietê

Edson Francisco de Souza (à esquerda) foi preso no Paraná e confessou o crime, disse o delegado da DIG de Andradina, Tadeu Coelho A polícia Civil de Andradina prendeu, na noite de sábado (26), em Cianorte (PR) o vendedor Edson Francisco de Souza, de 38 anos, principal suspeito do assassinato das jovens Yara Barbosa, 14 anos, e Jhenifer Naiara da Silva, 13. 
No início deste mês, as garotas foram encontradas mortas no Rio Tietê, em Pereira Barreto (SP). De acordo com o delegado titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Andradina, Tadeu Coelho, Edson confessou ter matado as duas garotas sozinho. 

Souza está uma cadeia do Paraná e aguarda transferência para o Estado de São Paulo. A polícia chegou até o vendedor depois de divulgar imagens do carro em que ele estava na noite do crime, um Ford EcoSport. Nas imagens que foram gravadas por câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais da Avenida Guanabara, local em que as vítimas foram vistas pela última vez, elas aparecem entrando no veículo.
 
Investigação

A polícia deu um prazo para que o dono do carro se entregasse. A ideia era negociar que o nome dele não fosse divulgado. Passando o prazo, ele não se entregou. Então, o delegado deu mais detalhes da investigação. Após a divulgação do modelo do carro usado no dia do crime, um homem foi até a delegacia e declarou que havia vendido o carro a um homem que o pagou com cheque sem fundo. 

Com isso, ele pegou o carro de volta. A partir daí, ele forneceu pistas do comprador e de sua esposa, e a polícia chegou até Edson. O suspeito foi preso em um hospital de Cianorte, onde estava internado depois de tentar suicídio com veneno para matar ratos.

Confissão 

Souza disse à polícia que levou as garotas até o assentamento Timboré, em Andradina, e as estuprou. Em seguida, as levou para uma estrada de Pereira Barreto, onde as estuprou pela segunda vez. Ele contou que a primeira a morrer foi Jhenifer, que teve as mãos amarradas com a própria calcinha e jogada no rio. 

Yara foi novamente estuprada, amarrada com uma meia e também jogada no rio. Ele garante que teria matado as meninas depois de descobrir que eram menores de idade. Souza já tem passagens pela polícia por roubo e tentativa de estupro. O crime causou revolta na população de Andradina, cidade de pouco mais de 55 mil habitantes. Na tarde desta segunda-feira (27), dezenas de pessoas chegaram a invadir e saquear a casa do acusado.

Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.