NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Caern, MP e Polícia Militar fiscalizam roubo de água no Alto Oeste


Com o objetivo de garantir o abastecimento de água da população de Severiano Melo e comunidades rurais, no Alto Oeste Potiguar, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Ministério Público e a Polícia Militar, têm realizado desde as primeiras horas da manhã de hoje (25) uma intensa fiscalização para eliminar ligações clandestinas de água ao longo da adutora que abastece a cidade e comunidades próximas.

De acordo com o gerente regional da Caern em Pau dos Ferros, Djalma Neres, de uma vazão de 80 mil litros de água por hora, destinados ao município, 20 mil estavam sendo desviados para propriedades privadas.

O promotor criminal de Apodi, Sílvio Ricardo de Andrade, observa que este tipo de esperteza de uma minoria, que aposta na impunidade, prejudica a coletividade. "Isto se chama furto de água, é crime, e esta prática deve ser inibida para evitar que terceiros utilizem um bem que não os pertence em detrimento de tantos moradores da cidade".

A Caern criou norma específica quanto ao assunto e que valerá para o Estado como um todo. "Algumas cidades vivem situação emergencial quanto ao abastecimento humano e atenta a esta realidade, a Companhia está normatizando novos procedimentos para o combate ao uso irregular desta água, cada vez mais vital, ofertada pelas adutoras", observa Daniel Lyra, assessor jurídico da Caern.

Segundo ele, será fixado um prazo para que as pessoas que estiverem em situação irregular, ao longo dos trajetos das tubulações, possam desfazer as ligações clandestinas, voluntariamente. Quem optar pelo caminho correto deverá permitir a instalação de hidrômetro, quitar a dívida retroativa, pagar multa administrativa e se comprometer a destinar a água para consumo humano.

Fonte: Portal Nominuto/Cidade News Itaú

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.