NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Sem se empolgar com manutenção da liderança, Mancini alerta: “É momentâneo”

Vagner Mancini saiu de campo contente com a atuação da Chapecoense contra o Cruzeiro (Foto: Cristiane Mattos / Futura Press)

* Ge - A Chapecoense dominou o Cruzeiro em pleno Mineirão na noite deste domingo, pela quarta rodada do Brasileirão, e saiu com uma vitória por 2 a 0. Com o resultado, a Chape se manteve na liderança do campeonato pela segunda rodada consecutiva. No entanto, o técnico Vagner Mancini evitou criar expectativas em cima do feito.

Em entrevista coletiva após o jogo, Vagner Mancini não hesitou em dar créditos ao time por se manter na liderança por duas rodadas consecutivas. Porém, o treinador alerta que o campeonato ainda está no início e prevê a perda da posição.

Ainda falta muito campeonato. É muito bacana falar que você é líder do campeonato pela segunda rodada seguida, mas a gente sabe que isso é momentâneo. Sabemos que essa posição vai ser ocupada por outras equipes também. Não é a toa que estamos em primeiro lugar, mas é lógico que a manutenção disso tem que ser em cima de jogo a jogo, de aprimorar isso que está sendo feito - alertou o treinador.
Na última quinta, a Chapecoense empatou contra o mesmo Cruzeiro, em casa, e deixou escapar uma vaga nas quartas da Copa do Brasil. Para Vagner Mancini, a diferença entre as duass partidas foi o gol marcado pelo Verdão, o que possibilitou um maior controle do jogo.
- Difícil explicar futebol. Às vezes você joga melhor, mas acaba, em momentos importantes da partida, não sendo feliz e isso decreta um mau resultado. Hoje a Chapecoense saiu na frente e conseguiu fazer com que o jogo ficasse administrado por ela. Jogamos do início ao final da mesma forma, com posse de bola, marcando forte. Esse diferencial foi o fato de termos saído na frente - disse.

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Vagner Mancini:

O JOGO

A Chape fez um grande jogo hoje, foi uma equipe incisiva desde o início da partida, atacou por ambos os lados, saiu na frente e soube suportar a pressão do Cruzeiro em momentos importantes da partida. Fez o segundo gol e também soube suportar aquilo que sabíamos. O Mano (Menezes) fez mudanças e a equipe do Cruzeiro ia tentar de todas as formas alçar bolas na área, já que tinha dois atacantes altos, o Rafael Marques e o Ábila. Nossa equipe soube no momento que teve a pressão, sair da pressão. Teve oportunidades, soube usar o Jandrei na partida, abriu a equipe quando tinha posse de bola e fez com que o Cruzeiro corresse atrás da Chape e houve muito desgaste em função disso.
A Chape foi solidária em campo, com uma parte tática bem definida. Lógico que saímos satisfeitos, não só por vencer o jogo e um adversário dificílimo fora de casa, mas também pelo futebol apresentado.

JANDREI

A segurança defensiva faz com que você tenha um equilíbrio de jogo maior. Após a entrada do Jandrei na equipe, ganhamos saída de bola, um cara que bate muito bem, que tem lançamento quando a equipe está apertada, que consegue fazer a bola fluir no meio dos atacantes. Isso é importante, porque você inicia bem as jogadas. Quando essa bola é recuada no Jandrei, o adversário tem que se esticar em campo, porque senão não consegue dar pressão e nessa hora que estica, o campo todo está aberto. O meio de campo sabendo usar bem consegue chegar rapidamente à frente. Vimos isso diversas vezes em campo.

SISTEMA DEFENSIVO

Lógico que todo o sistema defensivo vem jogando bem, os dois laterais bem, a entrada do Grolli foi muito interessante. Fez o gol, mas mostrou muita decisão lá atrás com o Victor Ramos. O Andrei Girotto também, precisou fazer o quinto homem por vezes. Estamos falando do sistema defensivo, mas o sistema ofensivo quando teve que agir de forma defensiva também foi bem. Eu vi os dois extremos e o Wellington Paulista correndo muito, marcaram muito bem os laterais do Cruzeiro.

INÍCIO DE CAMPEONATO

Nos quatro jogos a Chape esteve bem, foi superior ao seu adversário. Estamos falando de uma equipe que vem numa evolução interessante. Em termos de futebol apresentado, foi bacana assistir o jogo. Enfrentamos uma equipe forte, estruturada, bem dirigida, fora de casa, então não é fácil. O mais importante é estar no bloco de cima, somar pontos importantes, perder o menor número de pontos possíveis, porque lá na frente vamos ver o campeonato tendo oscilações, equipes mudando de patamar. Temos que somar o maior número de pontos possíveis agora.


DIFICULDADES

O futebol te coloca diariamente diante de quadros que não espera e acontecem. Estamos falando de quatro rodadas do campeonato, é muito cedo para qualquer projeção. É interessante ver uma equipe atingir 10 pontos de 12 possíveis jogando um futebol maduro, como hoje. Estamos há muito tempo no futebol para saber que a sequência não é fácil. Na quarta enfrentamos o Grêmio, que está colado na gente. São jogos dificílimos, que tem que ter muita coisa a seu favor para que tudo dê certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.