NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 31 de julho de 2015

"Podemos estar diante de um Serial Killer"diz delegado sobre seridoense que estuprou e matou menina de 11 anos no RN

"É um psicopata sem dúvida e acredito que podemos estar diante de um serial killer". É como o delegado Raimundo Rolim classifica o caseiro Carlos Alexandre de Andrade, de 38 anos, natural da cidade de Currais Novos, com base no histórico e nas descobertas que tem feito durante as investigações da morte da menina Maria Eduarda, de 11 anos.
Somando os crimes pelos quais já foi condenado e os que estão em fase de investigação, o caseiro tem o nome envolvido em pelo menos sete casos de estupros, três deles seguidos de morte. "Isso sem contar os crimes que ainda não identificamos", afirma o delegado. De acordo com Raimundo Rolim, o caseiro nega todos os crimes.

Um dos casos investigados ganhou força nesta quinta-feira (30) depois que a Polícia Civil encontrou uma ossada enterrada próxima à casa onde Carlos Alexandre morava em Extremoz, na Grande Natal. A polícia acredita que a ossada encontrada seja de Lindomara Soares da Silva, desaparecida em 2008, mas a confirmação só será possível após exames.

Além de Lindomara e Maria Eduarda, o delegado está investigando uma morte não solucionada de uma mulher em 2010 na comunidade Cavaco Chinês, na Zona Norte de Natal. "Estava em cima de duna com sinais de violência sexual, calcinha na mão, mãos atrás na cabeça e pescoço com sinais de estrangulamento", detalha Rolim.

O delegado ainda não tem a identificação da vítima e conta que não existe inquérito policial sobre o caso. "Estou tentando localizar o exame do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) para ter mais detalhes", informa.

* Canindé Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.