NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

terça-feira, 31 de maio de 2016

RN alcança meta da Campanha Nacional contra a Influenza


* No Minuto.com - O Programa Estadual de Imunizações da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) comunica que o Rio Grande do Norte alcançou a meta mínima preconizada para a Campanha Nacional contra a Influenza, apresentando uma cobertura vacinal de 80,15%.
Iniciada em 25 de abril, com término nesta sexta-feira (3), a campanha atingiu as seguintes coberturas por grupos prioritários: crianças (74,97%), trabalhador de saúde (107,74%), gestante (68,11%), puérpera (82,26%), idoso (80,53%) e indígena (84,16%).
A meta mínima preconizada pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) é de 80% para todos os grupos. Assim, gestantes e crianças encontram-se com a menor cobertura. “Considerando que todos os municípios já receberam doses suficientes para o alcance da meta, ou seja, 100% da população prioritária, a Sesap, através do Programa Estadual de Imunizações, mantém a recomendação de que os usuários dos grupos prioritários continuem buscando as salas de vacina para serem imunizados”, informou Zaira Santiago, responsável técnica pelo Programa Estadual de Imunizações.
Segundo a técnica, até o momento, 107 municípios atingiram a meta, para os quais o Estado destina suas congratulações pelo sucesso alcançado.
Natal
A Prefeitura Municipal de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conseguiu atingir a meta de 80,63% da Campanha Nacional Contra a Influenza, imunizando 161.743 pessoas que fazem parte do grupo prioritário. O objetivo da SMS meta era imunizar aproximadamente 160 mil pessoas, o que corresponde a 80% da população total do público-alvo, que é de 189 mil pessoas, cumprindo o calendário nacional de vacinação, preconizado pelo Ministério da Saúde.
A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Juliana Araújo, explica que a vacinação protege a população contra três vírus: H1N1, H3N2 E Influenza B e que a meta é vacinar 80% da população pertencente ao público-alvo. “A Secretaria está engajada de modo que todas as unidades estarão abastecidas durante todo o período de campanha para garantir que o máximo de pessoas possa ser imunizada, garantindo o acesso dos grupos prioritários à vacina. A vacina é segura, não apresenta reações adversas, além de ser a forma mais eficaz para a prevenção da gripe”.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.