NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sexta-feira, 29 de março de 2013

Deslizamento de terra em região mineradora no Tibete deixa 83 soterrados

Escavadeiras são usadas na remoção de pedras e lama após um deslizamento de terra atingir Tibete

Oitenta e três trabalhadores foram soterrados nesta sexta-feira (29) depois que um deslizamento de terra atingiu uma área de mineração no Tibete, informaram meios de comunicação estatais da China.

O deslizamento ocorreu por volta das 6h locais (19h de Brasília de quinta-feira) em Maizhokunggar, perto de Lhasa, capital regional, e soterrou os trabalhadores de uma subsidiária da "China National Gold Group Corporation", uma empresa de mineração, informou a agência Xinhua (Nova China).

Nenhuma morte foi reportada, e uma autoridade local confirmou à AFP a ocorrência do deslizamento, mas não informou o número de vítimas.

A rede de televisão estatal CCTV citou um membro da polícia chinesa no local do incidente afirmando que "a situação parece séria, a área acidentada tem três ou quatro quilômetros quadrados".

As equipes de resgate não encontraram até agora sinais dos trabalhadores, acrescentou o policial.

O deslizamento afetou uma área de cerca de três quilômetros, reportou a Xinhua, citando um departamento do governo local. A agência acrescentou que mais de 1.000 integrantes das equipes de resgate trabalham no local, localizado a 4.600 metros de altitude.

Entre os trabalhadores soterrados há dois tibetanos, segundo a agência, que não mencionou a origem dos outros funcionários. Muitos membros do grupo étnico chinês Han se mudaram para o Tibete nas últimas décadas para trabalhar em minas estatais.

As regiões montanhosas do Tibete são propensas a sofrer deslizamentos de terra, situação que pode ser agravada com a forte atividade mineradora exercida na região.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.