NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Sertanejo dirigia bêbado: Após acidente, Renner diz que está 'desempregado'

Montagem BOL

* Bol - O acidente envolvendo o sertanejo Renner, 43 anos, da dupla sertaneja Rick & Renner, foi comunicado à Justiça neste sábado (27). De acordo com o delegado Antônio Augusto Rodrigues da Silva,  da 27° DP, no Campo Belo, em São Paulo, que investiga o caso,  o judiciário deve analisar o caso com urgência ainda este ano. O juiz responsável dará seu parecer sobre a fiança, podendo tanto alterar o valor, quanto pedir a prisão do cantor.

Renner foi detido na manhã de sexta-feira (26), após bater em um carro na Zona Sul de São Paulo. Não houve feridos. O cantor deixou a delegacia por volta das 15 horas depois de pagar R$ 10 mil de fiança. O delegado afirmou ao UOL que o valor foi estipulado segundo informações iniciais da investigação. À polícia, o sertanejo disse que estava "desempregado".
O cantor estaria voltando de uma festa, acompanhado de um rapaz quando colidiu a sua BMW X5 em um Fiat Uno que estava estacionado na Avenida Pedro Bueno, no Campo Belo, por volta das 8h10. Desocupado, o carro foi arrastado por alguns metros. O cantor ainda tentou fugir duas vezes, mas os pneus do carro teriam estourado.
Renner foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou 1.0 decigrama de álcool, quase três vezes acima do limite permitido por lei, de 0,36. 
O homem que estava no banco de passageiro do carro do cantor prestou depoimento para os policiais e depois foi liberado. Segundo a Polícia Civil, não há confirmação se eles eram amigos. Renner também foi submetido a exame de sangue no Instituto Médico Legal (IML), mas os policiais ainda não tiveram acesso ao laudo.
O cantor foi autuado por embriaguez ao volante e tentativa de fuga. O delegado informou que vai analisar se o documento de habilitação do sertanejo estava mesmo vencida e se informar sobre outra acidente de trânsito envolvendo o sertanejo, datada do dia 20 de agosto de 2001, em Santa Bárbara, quando Renner foi responsável pela morte do engenheiro químico Luís Antônio Nunes Aceto e de Eveline Soares Rossi. O casal trafegava em uma motocicleta no sentido Piracicaba-Campinas quando foram atingidos pela BMW do cantor.


Em nota, a assessoria do músico disse que ele não irá comentar o assunto. "Por ora, ele não se pronunciará a imprensa sobre o incidente ocorrido na manhã desta sexta-feira".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.