NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Ex-governadora Rosalba Ciarlini assina ficha de filiação do PP


Ex-governadora define novo rumo político  (Foto: Cláudio Abdon)A ex-governadora Rosalba Ciarlini, que deixou o DEM após ter sua candidatura à reeleição preterida pela legenda no ano passado, decidiu seu novo destino político Ela se filiou ao Partido Progressista (PP), comandado no estado pelo ex-deputado federal Betinho Rosado, irmão do marido dela, Carlos Augusto Rosado.

Em contato com o portalnoar.com, Rosalba confirmou que assinou a ficha de filiação do PP nesta segunda-feira (28). No momento em que ela falou com nossa reportagem, informou que está em Brasília, onde será julgado, na próxima quinta-feira (1), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o processo que a tornou inelegível, devido a uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TER-RN).

Questionada se assumiria o comando do partido em Mossoró e se pretendia disputar a prefeitura do Município no próximo ano, Rosalba disse que as conversas políticas só começarão quando ela voltar à cidade. “Esses assuntos políticos e definições sobre o partido ocorrerão somente após voltar a Mossoró. Por enquanto, prefiro não falar”, declarou a ex-governadora.

Processos

A ministra Thereza de Assis Moura encaminhou para a assessoria do plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os doze processos dos quais são alvos a ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, e a ex-governadora Rosalba Ciarlini. O encaminhamento para assessoria é o último rito cumprido pelos ministros antes de um caso ir a julgamento, o que significa que o destino de Mossoró será selado nas próximas sessões.

Em recente reunião com seus pares, o presidente do TSE, Dias Toffoli considerou reservar uma sessão especialmente para julgar os casos. Ainda não há definição nesse sentido. Também é considerado, conforme apurou a reportagem, que os 12 processos sejam julgados em bloco, já que tratam essencialmente das mesmas coisas: acusações de abuso de poder político e econômico.

Dos doze casos, Cláudia Regina é a principal demandada em 10 deles. Se vencer todos, retorna à Prefeitura de Mossoró. Como são processos muito intricados, é pouco provável que Cláudia vença uns e outros não. O esperado é que ela vença ou perca os 10.

Nos outros dois processos, a ex-governadora Rosalba Ciarlini também é o alvo. Se perder as demandas, estará inelegível. Ele é acusada de favorecer politicamente a campanha de Cláudia em 2012 utilizando a estrutura do Governo do Estado, então sob seu comando.

O resultado do julgamento será decisivo para Mossoró. Se for reafirmado o entendimento do Tribunal Regional Eleitoral, Cláudia não só permanece afastada, como Rosalba estará impedida de disputar a prefeitura de Mossoró no próximo ano.

Fonte: Portal Noar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.