NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 24 de novembro de 2012

Atirador mata prefeito, primeira-dama e gerente da Embasa de Jussiape

Crimes ocorreram entre 9h e 9h30 deste sábado no sudoeste da Bahia.
Atirador baleou ainda dois PMs e um mototaxista. Ele morreu no confronto.

 Prosópio - prefeito de Jussipe Bahia (Foto: Will Assunção/Jussi Up Press)


O prefeito reeleito de Jussiape, Procópio Alencar (PDT), e a primeira-dama da cidade, Jandira Oliveira Alencar, foram assassinados na manhã deste sábado (24). O delegado Edson Santos de Souza, da cidade vizinha de Livramento de Nossa Senhora, primeiro a chegar ao local do crime, contou que o prefeito foi morto em seu consultório médico. A esposa dele passava pela rua, perto do consultório, quando também foi alvo de tiros.

O gerente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Ordelange Novaes, de 46 anos, foi baleado e socorrido, mas morreu a caminho do Hospital Municipal de Livramento de Nossa Senhora.
O autor do crime, identificado pela polícia como Claudionor Galvão de Oliveira, morreu em confronto com o outro policial da cidade, que também saiu ferido. O autor estava com duas armas - revólver calibre 38 e espingarda de cartucho, além de muitas munições, segundo informações da polícia.
O atirador ainda rendeu um mototaxista e o fez de escudo humano. O refém foi ferido no confronto do atirador com a polícia. Ele sofreu uma fratura exposta na clavícula com o impacto do tiro e será levado para o Hospital Regional de Vitória da Conquista.
Um dos dois policiais militares que estavam na cidade no momento do crime foi ferido com um tiro efetuado pelo mesmo criminoso e socorrido para o hospital geral, de acordo com o delegado. Entre os dois policiais, um está com a bala alojada no cérebro será também vai ser transferido para a unidade de saúde de Conquista; e outro foi atingido na perna e passa bem.
Os crimes aconteceram entre as 9h e as 9h30 deste sábado. Os corpos das vítimas foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Brumado.
Investigação
Dois delegados da região e a força especial da Polícia Militar foram deslocados para a cidade. A motivação e a circunstância do crime ainda são desconhecidas e estão sendo apuradas no local.
O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o delegado-chefe da Polícia Civil, Hélio Jorge, e o comandante-geral da Polícia Militar, Alfredo Castro, foram para a cidade.

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.