NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 24 de novembro de 2012

Construção de cisternas em comunidades rurais de Itaú e  no Alto Oeste já foi iniciada

                                                           
Construção - Municipio de Itaú
(Comunidade Alto Alegre - Beneficiária Francisco Antonio Bazilio))

O Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários – SEAPAC - e a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social – SETHAS - concluíram as etapas de cadastramento e capacitação das famílias beneficiárias do Programa Nacional de Cisternas na região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte. Nos municípios de Itaú, Riacho de Santana, Taboleiro Grande, Rodolfo Fernandes e Portalegre as cisternas já estão sendo construídas.


O Programa Nacional de Cisternas é uma ação do Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), em parceria com o Governo do Estado, através da SETHAS. O programa tem investimento total de R$ 4,7 milhões. O Governo do RN está investindo R$ 1,5 milhão – a título de contrapartida – por meio da SETHAS.     


O programa de cisternas é executado em três etapas: seleção e cadastramento das famílias; capacitação dessas famílias (sobre o uso da água e conservação dos reservatórios); e a construção, propriamente dita. 
                
                   
“Percorremos um longo caminho para a execução desse programa no nosso Estado. Foram muitas idas a Brasília, muitas reuniões, mas finalmente o programa está sendo executado e a determinação da governadora Rosalba Ciarlini é que as cisternas sejam entregues com água”, disse o secretário Luiz Eduardo Carneiro Costa, titular da SETHAS.  

Construção - Municipio de Itaú
(Comunidade Alto Alegre - Beneficiária Gerúcia Maia da Silva)
Na região do Alto Oeste foram contemplados pelo programa 14 municípios: Riacho da Cruz, Portalegre, Taboleiro Grande, Rodolfo Fernandes, Itaú, Água Nova, Coronel João Pessoa, Venha Ver, São Miguel, Doutro Severiano, Luiz Gomes, Riacho de Santana, Paraná e Marcelino Vieira. Só nessa região, o programa beneficia um total de 1003 famílias.
O SEAPAC foi a instituição vencedora da licitação realizada pela SETHAS para a execução do Programa Nacional de Cisternas no Estado do RN.
A cisterna é uma tecnologia popular para a captação de água da chuva. A água que escorre do telhado da casa é captada pelas calhas e cai direto na cisterna, onde fica armazenada. Com capacidade para 16 mil litros de água, a cisterna supre a necessidade de consumo de uma família de cinco pessoas por um período de estiagem de, aproximadamente, oito meses.
Em todo o Rio Grande do Norte, serão construídas 2.800 cisternas, por meio deste convênio, em 47 municípios potiguares. Serão contemplados os municípios de Água Nova, Almino Afonso, Antônio Martins, Baraúna, Bento Fernandes, Bom Jesus, Campo Grande, Carnaúba dos Dantas, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Cruzeta, Doutor Severiano, Equador, Espírito Santo do Oeste, Florânia, Frutuoso Gomes, Ielmo Marinho, Itaú, Janduís, Japi, João Dias, Luís Gomes, Macau, Marcelino Vieira, Martins, Nova Cruz, Olho D´Água dos Borges, Paraná, Patu, Poço Branco, Portalegre, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Rodolfo Fernandes, Santa Cruz, São Miguel do Gostoso, São Paulo do Potengi, São Tomé, São Miguel, São Rafael, Senador Eloy de Souza, Serra do Mel, Taipu, Touros, Taboleiro Grande, Umarizal e Venha Ver.

Fonte: Cidade News Itaú com informações da Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.