NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

sábado, 24 de novembro de 2012

Fiel da Igreja Assembleia de Deus de Itaú acusa filho do Pastor de ato infracional



Itaú - Por volta das 14h desta sexta-feira (23) a Redação do Cidade News recebeu a denúncia de uma mãe dando conta que a filha de 4 anos, estava sendo aliciada pelo filho do Pastor da Igreja Assembleia de Deus do Município de Itaú-RN.
Segundo informações prestada a nossa reportagem pela mãe da vítima, que terá seu nome preservado, uma criança de 4 anos e mais 2 crianças, ambas de cinco anos, foram ludibriadas pelos menor de 13 anos de inicial E. filho do Pastor da Igreja Assembleia de Deus.
O fato aconteceu na sexta-feira (16) quando era realizado um momento de adoração na Igreja Assembleia de Deus, na Rua Cleofas Nunes no Centro da Cidade de Itaú. De acordo com a mãe da vítima o menor “E” aguardava o momento em que as meninas iam para o banheiro da Igreja para aliciá-las.
Enquanto os fies realizavam o momento de adoração o menor esperava as meninas para trancá-las dentro do banheiro. Segundo informações da criança aliciada pelo menor E., o mesmo teria trancado as três dentro do banheiro, tirado a roupa delas, passando a mão na genitália das meninas e em seguida masturbava-se de frente para elas.
De acordo com a denúncia da mãe, duas crianças, uma de 4 e outra de 5 anos, a alguns meses já vinham sendo vítima do menor filho do Pastor, que aguardava o momento de distração dos fiéis para cometer o delito. A criança despertava um certo carinho pelo menor, visto que, o mesmo a agradava com carinhos, do tipo abraços, beijos e pegando no colo, despertando assim o desejo pela criança. O fato só foi descoberto a partir do envolvimento da terceira criança (5 anos) que ao término do culto contou para a mãe dela com riqueza de detalhes o que o filho do Pastor tinha feito com elas dentro do banheiro.
A mãe transtornada com o que ouvia da filha, resolveu contar para o pai, que de imediato resolveram falar para o Pastor da Igreja Assembleia de Deus. O pastor sai a procura do filho e trás para junto dos pais, que confessa tudo, e que o fato não era isolado, já se repetia a alguns meses.
No dia seguinte o Pastor pai do menor convoca os pais das outras crianças envolvidas, para contar o que estava acontecendo. A mãe denunciante se diz manipulada pelo Pastor quando o mesmo fez uma lavagem cerebral ao apresentar uma versão em defesa do filho.
Insatisfeita com a situação a mãe resolveu nesta quinta-feira (22) denunciar o caso ao Conselho Tutelar do município que já está tomando as devidas providências.
A nossa equipe tentou contato com os agentes do Conselho Tutelar a respeito do caso, só que os mesmos disseram que não podiam prestar esclarecimentos sobre o assunto.
Ainda de acordo com a mãe da criança aliciada, o Pastor da Assembleia de Deus realizou uma reunião às 15:45h desta sexta-feira com o ministério da igreja, ao qual a Igreja em geral a condenaram pela denúncia feita ao Conselho Tutelar por escandalizar o evangelho.
A nossa redação deixa o espaço aberto para o Pastor da Assembleia de Deus, assim como qualquer envolvido no caso que queira apresentar sua versão dos fatos.

Fonte: Cidade News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.