NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

domingo, 31 de agosto de 2014

Vasco é goleado por 5 a 0 pelo Avaí em casa e Adilson Batista pede demissão

Atuando de forma vergonhosa diante de seus torcedores, o Vasco foi goleado por 5 a 0 pelo Avaí em São Januário, saiu do G4 na Série B do Campeonato Brasileiro. A derrota fez com que Adilson Batista deixasse o comando técnico do clube carioca.
Os xingamentos ao comandante, aliás, começaram ainda no primeiro tempo, logo após o Vasco sofrer o segundo gol, e se intensificaram depois do quarto. Ele tem contrato com o clube até o fim do ano. 

Fases do jogo: O primeiro tempo foi um show de lambança da defesa do Vasco. Os dois gols do Avaí foram feitos de forma bem parecida, com uma bola alçada na área, um jogador escorando e ninguém marcando. No ataque, tirando o meia Dakson, único lúcido em campo, nada era criado pelo Cruzmaltino.
No segundo tempo, o Vasco teve um gol certamente anulado e, logo em seguida, teve a chance de reagir, quando Bocão colocou a mão na bola e o árbitro marcou pênalti. Douglas, porém, desperdiçou e deu um banho de água fria no time que, em seguida, se mostrou entregue e foi sofrendo os gols de forma vexatória.
O melhor – Diego Felipe: Marcou dois gols e deitou e rolou sobre a zaga vascaína.
O pior – Martin Silva: Heroi em diversas partidas, o goleiro uruguaio teve seu dia de vilão ao sair mal e soltar a bola no segundo gol do Avaí.
Chave do jogo:  O Avaí soube explorar o nervosismo do Vasco e as próprias falhas que o sistema cruzmaltino apresentava. Mesmo depois de ter feito 2 a 0 no primeiro tempo, os catarinenses continuaram indo para cima e poderiam ter vencido por mais.
Para lembrar: Após perder pênalti, o meia Douglas passou a ser vaiado pela torcida do Vasco. Esta foi a segunda cobrança consecutiva que o camisa 10 desperdiçou. Anteriormente, o adversário foi o Ceará.
VASCO 0 X 5 AVAÍ
Data: 30/08/2014 (sábado)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Fabio Pereira (TO)
Renda e público: R$ 213.300,00 / 7.796 pagantes e 9346 presentes
Cartões amarelos: Aranda, Fabrício, Rafael Silva (VAS); Diego Jardel (AVA)
Cartões vermelhos: Luan (VAS)
Gols: Anderson Lopes, aos 37 minutos do primeiro tempo (AVA); Diego Felipe, aos 41 minutos do primeiro tempo (AVA); Diego Jardel, aos 20 minutos do segundo tempo (AVA); Diego Felipe, aos 24 minutos do segundo tempo (AVA); Roberto, aos 41 minutos do segundo tempo (AVA)


VASCO
Martín Silva, André Rocha (Rafael Vaz), Luan, Douglas Silva e Lorran; Aranda, Fabrício, Dakson (Edmilson) e Douglas; Guilherme Biteco (Rafael Silva) e Thalles
Técnico: Adilson Batista


AVAÍ
Vagner; Bocão (Abuda), Antonio Carlos, Pablo e Marrone; Eduardo Costa, Eduardo Neto, Diego Felipe e Diego Jardel (João Fillipe); Anderson Lopes e Paulo Sérgio (Roberto).
Técnico: Geninho


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.