NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Ney Franco desaprova 'pitaco' de Ceni, e São Paulo tem esboço de crise


Ney Franco desaprova 'pitaco' de Ceni, e São Paulo tem esboço de crise

Depois de tempos de calmaria e com o time em boa fase, perto de conseguir uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem, o São Paulo pode ter começado uma crise como há tempos não se via. Tudo isso por causa de um desentendimento entre Rogério Ceni e Ney Franco.
Maior ídolo da história recente do São Paulo, Rogério Ceni não teve um de seus "pitacos" durante o empate sem gols contra a fraca LDU de Loja-EQU atendido por Ney Franco. Com o jogo empatado em 0 a 0, Ceni recomendou ao técnico tricolor colocar Cícero no segundo tempo. Ao invés disso, Ney mandou William José para o duelo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. 
Após a partida, Ney Franco comentou o ocorrido e desaprovou a atitude de seu capitão, mandando até um recado a Ceni. "Ele (Rogério Ceni) pediu para eu colocar o Cícero no jogo de referência, eu achava que precisa de referência e coloquei o William José", disse.
"Não aprovo (os ‘pitacos’ do goleiro). Cada um na sua, cada um fazendo sua função. Se eu achasse que o Cícero deveria entrar eu o colocaria. Então, não aprovo", completou o comandante são-paulino.
Opção de Ney Franco em um jogo truncado, onde o time visitante veio para jogar na defesa não tomar gol, William José não consegui alterar o placar. Mesmo assim, o São Paulo, após o 1 a 1 no Equador, conseguiu se classificar para as quartas de final da Copa Sul-Americana.
Ao contrário de Cícero, preferência de Rogério, William José é um dos principais alvos de protesto da torcida tricolor. Antes mesmo de entrar em campo, o atacante são-paulino já sofria com as vaias vindas das arquibancadas do Morumbi.
"Ele (William José) já teve oportunidades, entrou, atendeu às expectativas. É um jogador de 20 anos que toda vez que entra é vaiado. Ele tem um potencial enorme, tem tudo para ser um dos grandes do futebol brasileiro, mas não acho que ele está preparado mentalmente", analisou Ney Franco.
Segundo fontes do São Paulo, haverá uma reunião nesta quinta-feira da diretoria do clube com o técnico Ney Franco para falar sobre esta situação. 
Curiosamente, há pouco mais de uma semana, Ney Franco havia destacado justamente o espírito de liderança que Rogério exerce dentro de campo e até o auxilia no trabalho de técnico. "O Rogério passa uma segurança enorme para quem está dentro de campo e me ajuda demais nos treinos e nas partidas", disse, à época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.