NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Somente em 2016 é que os números de celular devem ter nove dígitos no Rio Grande do Norte. É o que prevê proposta da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e que será avaliada na próxima quinta-feira, 25. O nono dígito deve ser adicionado a todos os números de celular em operação, que somavam 4.318.677 no RN, em setembro passado, de acordo com dados da Anatel. 
O incremento de um novo número é para aumentar a oferta de linhas, que cresce todos os meses em todo o Brasil. Por enquanto, apenas na cidade de São Paulo a novidade foi implementada, no fim de julho passado. 
De acordo com o cronograma proposto pela Anatel, o Estado do Rio deve concluir a mudança até o final de 2014, enquanto que os demais Estados terão os prazos definidos ao longo do período do cronograma, que se expira em 31 de dezembro de 2016, prazo final para o RN. 
Por um tempo determinado, as ligações com oito dígitos ainda serão completadas para adaptação das redes e usuários. Gradualmente haverá interceptações e os usurários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem. Após esse período, as chamadas com 8 dígitos não serão completadas. 
O nono dígito deve ser acrescentado, no momento da discagem, por todos os usuários de telefone fixo e móvel que ligam para telefones móveis, independentemente da sua área de origem. Ou seja, quem ligar de outros Estados para celulares também deverá marcar os nove dígitos para que a chamada seja completada.

RN é o campeão do NE em teledensidade
O Rio Grande do Norte é o campeão entre os Estados da região Nordeste que possuem o maior número de linhas de telefonia móvel em operação por habitante. De acordo com dados da Anatel, o RN possuía, em setembro passado, 131,6 linhas de operação para cada grupo de 100 habitantes, ou seja, 31,6% mais celulares que habitantes. Pernambuco (128,82) e Sergipe (126,1) aparecem na sequência. 
No território nacional, o Rio Grande do Norte aparece em décimo lugar. O campeão é o Distrito Federal com densidade 220,24. 
O Brasil fechou setembro de 2012 com 258,86 milhões de linhas ativas na telefonia móvel e teledensidade de 131,56 acessos por 100 habitantes. Houve 959,86 mil novas habilitações, o que representa um crescimento de 0,37% na base de assinantes em relação a agosto. Em setembro havia 210,17 milhões (81,19%) de acessos pré-pagos e 48,69 milhões pós-pagos (18,81%). Os terminais 3G (banda larga móvel) totalizaram 57,28 milhões de acessos.
Fonte: Defato/Cidade News Itaú

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.