NOSSO BLOG

NOSSO BLOG

domingo, 21 de outubro de 2012

Papa indica pesquisador da USP São Carlos para Academia do Vaticano

Vanderlei Bagnato é o segundo brasileiro que integra atual equipe em Roma.
Professor realizou diversos trabalhos inovadores, como relógio atômico.



O professor e pesquisador do Instituto de Física da USP de São Carlos (SP), Vanderlei Bagnato foi indicado pelo papa Bento XVI como membro da Academia de Ciências do Vaticano. Bagnato é o segundo brasileiro que integra a atual equipe da academia de ciências em Roma e o único que vive no Brasil.

A indicação é feita diretamente pelo papa, que dará uma medalha ao pesquisador da USP no próximo dia 7 de novembro. O grupo da academia se reúne periodicamente para discussões, no Vaticano, a cada três meses.

A academia foi criada em 1603 em Roma. Em mais de 400 anos passaram por lá grandes cientistas, como Galileu. Hoje o grupo é formado por 80 pesquisadores, que se reúnem com o papa para falar sobre questões científicas polêmicas para a igreja. “Eu acho que eles estão realmente preocupados em ter pessoas que discutam a ciência e como ela vai ajudar o homem”, declarou Bagnato. A equipe liderada por Bagnato já realizou diversos trabalhos inovadores, como um relógio atômico que mede o tempo com precisão. O professor também se destacou por pesquisas com o uso do laser na odontologia e na medicina. Entre os aparelhos desenvolvidos na USP está um equipamento usado para o diagnóstico e tratamento de um tipo de câncer de pele.
“Foi muito importante para mim e eu considero uma contribuição que eu dei para a sociedade brasileira, disponibilizando a ela aquilo que pode ter de mais moderno em tecnologia para o seu próprio tratamento da saúde”, disse o pesquisador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.